Senac
 
Fecomercio
Rio de Janeiro

Sesc Copacabana

Notícias

Romeu e Julieta inspira história em cartaz no Espaço Sesc

Com direção de Emanuel Aragão, peça ‘Eu, o Romeu e a Julieta’ estreia no dia 5/2, no Espaço Sesc, em Copacabana


publicado em 11-02-14

imprimir

Livremente inspirada na obra de Shakespeare, “Eu, o Romeu e a Julieta” narra a história de amor mais famosa do teatro de maneira atualizada, irreverente e divertida. Nesta versão, a trama acontece a partir dos olhos de um garoto que, depois da separação dos pais, faz de tudo para acreditar que o amor verdadeiro é possível. Com texto e direção de Emanuel Aragão, a comédia tem no elenco os atores Adriano Garib (o Russo, da novela “Salve Jorge”), Marina Provenzzano e Antonio Rabello. A temporada será de 5 a 23 de fevereiro (quarta a domingo), no Espaço Sesc, em Copacabana.

Com base em quatro momentos fundamentais vividos por Romeu e Julieta na obra original de Shakespeare, a peça mostra o romance do casal o desde primeiro encontro até a despedida, passando pelas juras e o pacto de amor. O ator Adriano Garib vive o personagem Pedro, um ator de meia-idade que tenta interpretar Romeu há mais de 25 anos, sem encontrar a Julieta ideal para dividir a cena. Já Marina Provenzzano interpreta Ana, uma jovem e inexperiente atriz que nunca pisou num palco e resolve encarar o desafio de dar vida à personagem clássica do dramaturgo inglês. Tudo isso é visto através do olhar puro do narrador Antonio, um menino que tem os pais recém-separados. Ele é representado por Antonio Rabello, jovem ator de 12 anos, que faz sua estreia nos palcos.

Com essa estrutura narrativa, o espetáculo questiona se é possível, no século 21, existir um amor como aquele vivido pelo jovem casal da história de Shakespeare. A obra original serve como alavanca para pensar as possibilidades do discurso amoroso e do próprio amor nos dias de hoje.

A equipe técnica conta com o compositor Alex Tolkmitt que, mesmo sediado em Bruxelas (Bélgica), criou à distância uma trilha sonora original com os exatos 120 minutos de espetáculo. Antonio Pedro Coutinho (cenário) e Isadora Petrauskas (iluminação) desenvolveram em conjunto uma brilhante obra visual e cenográfica para dar ao espectador a sensação de estar dentro da cabeça do menino-narrador.

“Eu, o Romeu e a Julieta” é o oitavo espetáculo da Cia. das Inutilezas, fundada por Emanuel Aragão no Rio de Janeiro, em 2007. Como ele, a companhia inaugura uma fase de aprofundamento com a obra de Shakespeare, que terá prosseguimento, ainda este ano, com o projeto “Fotohamlet”, elaborado em parceria com o Coletivo Irmãos Guimarães. Esta é a terceira adaptação de um clássico do teatro elaborada pelo grupo que, em 2012 e 2013, estudou a obra de Tchekhov para construir “Meu avesso é mais visível que um poste”, a partir de “O jardim das cerejeiras”, e “Cine Gaivota”, inspirado em “A Gaivota”.

Ficha técnica
A partir da obra de William Shakespeare
Texto e direção: Emanuel Aragão
Diretora assistente: Liliane Rovaris
Elenco: Adriano Garib, Antonio Rabello e Marina Provenzzano
Iluminação: Isadora Petrauskas
Cenário: Antonio Pedro Coutinho
Figurino: Liliane Rovaris
Trilha sonora: Alex Tolkmitt
Fotografia: Felipe Lima
Realização: Cia. das Inutilezas

Serviço
Peça “Eu, o Romeu e a Julieta”

Espaço Sesc (Mezanino): Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana. Tel.: 2547-0156
Temporada: 5 a 23/2/2014
Quarta a sábado, 21h.
Domingo, 20h.
Ingressos: R$ 5 (associados Sesc), R$ 10 (meia entrada) e R$ 20 (inteira)
Funcionamento da bilheteria: de terça a domingo, das 15h às 21h.
Capacidade: 80 lugares
Duração: 120 minutos
Gênero: Comédia romântica
Classificação: 14 anos

Foto: Felipe Lima